Vereador defendeu a aplicação de duas leis municipais que tratam do tema em Barueri

O vereador Allan Miranda (PSDB) apresentou uma indicação na sessão de terça-feira, 21, solicitando ao Poder Executivo a aplicação das leis municipais 1.384/2003 e 2.054/2011, que tratam da proibição da fabricação, comercialização, fornecimento e utilização de cerol ou de “linha chilena” em Barueri.

O parlamentar afirmou que sua principal preocupação é com a segurança dos moradores, sobretudo os motociclistas, já que a linha cortante é praticamente invisível a olho nu e pode provocar cortes em contato com a pele humana.

“As linhas ‘chilenas’ ou com cerol possuem enorme capacidade de corte e provocam ferimentos profundos que são potencialmente mortais quando atingem a região do pescoço. Quando não matam, deixam sequelas terríveis em suas vítimas”, justificou. “Muitos consideram apenas uma brincadeira, mas é uma atividade criminosa praticada por gente irresponsável”, completou Allan Miranda.