Projeto de lei do vereador Allan Miranda pretende modernizar e agilizar atendimento na rede pública de Barueri

A Câmara Municipal de Barueri aprovou, na sessão de terça-feira, 8, o Projeto de Lei 27/2018, que institui o PEP (Prontuário Eletrônico do Paciente) na rede pública de saúde da cidade. O texto prevê que a Prefeitura adote o sistema desenvolvido pelo Ministério da Saúde para registro do usuário e envio de informações para o Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica.

De acordo com o vereador Allan Miranda (PSDB), autor do projeto, o objetivo é construir um histórico integrado dos prontuários, facilitando o trabalho do médico, que já terá à sua disposição informações sobre o paciente para agilizar o atendimento.

“Temos que modernizar cada vez mais o serviço público, e o que vemos hoje são prontuários de papel na rede de saúde”, comentou. “Com a adoção do prontuário eletrônico, o atendimento fica mais ágil, porque assim que o paciente for registrado o atendente já saberá se ele tem histórico de hipertensão ou diabetes, por exemplo”, explicou o parlamentar.

O autor do projeto destacou ainda que o PEP é mais seguro que o prontuário em papel e que as informações podem ser compartilhadas automaticamente com outros profissionais que estão cuidando do mesmo paciente. “Isso possibilita a continuidade da atenção integral da saúde”, justificou Allan Miranda.