Objetivo de projeto do vereador Neto Amorim é confortar pacientes internados e ajudar em sua recuperação

O plenário da Câmara Municipal de Barueri, aprovou, na sessão de terça-feira, 27, um projeto de lei que autoriza a entrada de animais domésticos em hospitais da cidade para visitar pacientes internados. O projeto, de autoria do vereador Neto Amorim (PV), determina algumas regras para a visitação e prevê que outras normas serão criadas pelo Poder Executivo quando regulamentar o novo procedimento.

De acordo com a matéria aprovada pelos vereadores, os animais deverão estar com a vacinação em dia, higienizados e em bom estado de saúde, comprovado por laudo médico veterinário. Haverá ainda a obrigatoriedade de transportar os bichinhos em caixas adequadas para este fim. As visitas deverão ser agendadas pela administração do hospital e respeitar as orientações do médico responsável pelo paciente.

Para Neto Amorim, a aprovação do projeto de lei levará conforto a pacientes que estiverem enfrentando momentos difíceis em suas vidas.

“Muitas vezes uma pessoa tem em seu animal de estimação um refúgio de carinho e alegria. A internação em um hospital não é uma experiência agradável, e com a possibilidade de poder ter contato com seu bichinho esse sofrimento pode ser amenizado”, explicou o vereador.

Experimentos

Os benefícios da visita de animais a pacientes em hospitais, lembrou o parlamentar, foram observados em experimentos já realizados pela psicóloga Karina Schutz, especialista em terapia cognitivo-comportamental, contabilizando resultados de sucesso na Inglaterra. Há experiência semelhante também no Brasil, coordenada pela médica veterinária Joice Peruzzi, no Rio Grande do Sul.

“Os estudos que vêm sendo realizados desde a década de 1960 indicam que o contato do paciente com o seu animal de estimação, ou até mesmo com um animal desconhecido, pode trazer melhoras de saúde e qualidade de vida, que vão desde a redução na pressão sanguínea e nos batimentos cardíacos até a sensação de felicidade e relaxamento”, explicou Neto Amorim.